n130

Não podemos gerir a CARF como o fazíamos há cinco anos

A CARF possui novas instalações em Lisboa, mais concretamente em São João da Talha, com o dobro do espaço que tinha até há bem pouco tempo para efetuar a sua operação de distribuição de peças. Esta é apenas uma das novidades.

A CARF vai entrar em 2017 no seu 14º ano de existência. 2016 foi um ano de algumas mudanças na empresa, que Paulo Carvalho explica como sendo normais num processo de crescimento, que foi exponencial, nos dois últimos anos.

Em entrevista à revista PÓSVENDA, o responsável máximo da CARF desde o seu início, explica o presente e o futuro da empresa.

Quais foram as razões que levaram a CARF a mudar de instalações em Lisboa, passando de Camarate para São João da Talha?

Acima de tudo foram razões operacionais. É certo que estrategicamente estávamos bem em Camarate, mas tínhamos um problema de falta espaço. Já não podíamos crescer em rotas, já não conseguíamos gerir as descargas ao final do dia, perdendo muito tempo na operação. Com estas novas instalações, a operação funciona muito melhor e de forma mais rápida, até porque recorremos a especialistas que nos ajudaram muito a evoluir nessa área.

BAIXAR NOTICIA COMPLETA – PDF

Os comentários para esta postagem estão desativados.